Food Service

Notícia

Teknisa

Soluções para gerir com eficiência

09/06/2015

Grande parte dos estabelecimentos do food service fracassa por mau gerenciamento. Uma gestão eficiente é chave para qualquer negócio prosperar e a tecnologia tem auxiliado os processos, com uma rapidez e segurança de dados que não poderiam ser alcançados manualmente. Atualmente, temos uma série de sistemas, mas a Teknisa já oferecia soluções para este mercado quando ainda não existia essa gama de produtos.

 

“A Teknisa passa pela informação e tem que ser instantânea. É importante saber o que acontece hoje para tomar uma decisão o mais rápido possível, a fim de poder reverter uma situação. Os dados auxiliam a operação, pois o transformador tem informações para fidelizar seu cliente. O sistema automatiza os controles de uma forma que não faríamos manualmente. Sem contar a economia de mão de obra em alguns casos”, afirma Leandro de Assis.


A empresa surgiu em 1990, com o objetivo de oferecer soluções para empresas de diversos segmentos, porém, logo encontrou uma oportunidade no setor de alimentação fora do lar, e, percebendo um potencial de mercado, não parou mais. “Acabamos naturalmente focando nessa área. Também estudamos o mercado e vimos que não existiam muitas soluções para o food service e tivemos uma boa aceitação. E nesses anos fomos abrindo espaço para outras áreas do food service. Para todas as áreas temos uma solução”, conta.

 

Hoje a Empresa atua em todo território nacional e em diversos países da América do Sul- Colômbia, Chile, Peru, Venezuela, México, Panamá, Bolívia e Argentina, na Espanha e Portugal. Possui em seu portfólio mais de 20 mil sistemas implantados, nas áreas de bares e restaurantes, lanchonetes, fast food, buffets e eventos, cozinhas industriais, merenda escola e hospitalar. 

 

Diagnóstico dos processos

 

A primeira etapa consiste na avaliação da equipe de construtores da Teknisa que levantam a rotina e travas da empresa e e identificam a melhor solução para a demanda de cada negócio. “Eles fazem um diagnóstico de como está o processo atual, quais gargalos, e quais melhorias podemos implantar. Fazemos também um estudo de retorno de investimento. Depois vai a equipe de projeto e construtores para fazer o planejamento. Mapeiam os processos e fazem os treinamentos. E temos um canal de suporte, unidades de apoio ao sistema”, explica Assis. 
Os sistemas são separados por módulos de acordo com a necessidade do cliente, e englobam gestão financeira, de cardápio, atendimento, delivery, controle do estoque, controle fiscal, de folha de pagamento, gestão de vendas, entre outros itens. O usuário também pode optar por aplicativos incorporados ao sistema, onde seu cliente pode avaliar o estabelecimento, consultar o cardápio e fazer pedidos.  

 

 


Todas as funções estão em só software e o cliente escolhe quais módulos que incluir, assim não paga pelo o que não vai utilizar e posteriormente pode contratar outros módulos a parte, de acordo com a necessidade e possibilidades de investimento. “Conseguimos ser especialistas no que fazemos, com sistemas diferentes. Fomos aprimorando e nos especializando tanto que o nível de personalização é pequeno. O tempo e o custo para adequar é praticamente zero, porque o sistema já é específico. E como é voltado especificamente para área food service, são fáceis de mexer, pois já estão adaptados a rotina e linguagem dos restaurantes”, enfatiza.


Leandro de Assis conta que as empresas conseguem reduzir em mais de 10% o custo do produto em relação ao faturamento, pois esse gerenciamento controla desde a compra até o armazenamento e consumo. “Em momento de crise como de agora quando não se consegue aumentar o faturamento, a alternativa é reduzir custos. Através do software, você pode consultar as informações do dia para tomar uma ação rápida. O empreendedor consegue gerir todas as áreas do estabelecimento e de qualquer lugar. Temos uma visão estratégica voltada para a mobilidade. O cliente pode operar tudo pelo celular ou tablet”.  

 

Marcos da história da empresa

 

  • Em 1993, a Teknisa venceu uma concorrência de uma consultoria europeia que escolheu os sistemas da empresa pelo seu funcionamento e arquitetura. A experiência trouxe novas práticas que foram incorporadas ao sistema da Teknisa, aprimorando suas funcionalidades.
     
  • Em 2000, a Teknisa quebra barreiras territoriais e expande sua atuação para a America Latina com a oferta de softwares em inglês e espanhol.  A oportunidade surgiu através de um trabalho para uma multinacional que opera também no Brasil. 
     
  • Em 2001, quando a internet ainda estava engatinhando no Brasil, a empresa desenvolveu m sistema na web. Foi na época uma inovação que rendeu Prêmio do Sebrae de melhor software para exportação. 
     
  • Em 2002, começou a abrir outras unidades pelo Brasil. Com sede em Minas Gerais, possui hoje unidades na capital de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Porto Alegre (RS).

 

Deixe seu comentário