Publicidade

Food Service

Notícia

Senac inicia capacitação itinerante na área de gastronomia em Pernambuco

As regiões do estado Sertão, Litoral Sul e Agreste, depois de terem seus principais ingredientes mapeados, receberão uma equipe de consultores e professores que irão capacitar em carretas-escola

08/09/2014

Se você é empreendedor do ramo de gastronomia, prepare-se para receber, até o final de novembro, a capacitação itinerante do projeto Na Estrada – Sabores de Pernambuco, parceria entre o Senac e o Sebrae. Fruto de um investimento de R$ 700 mil, o programa tem duas fases. A primeira, já finalizada, mapeou ingredientes relevantes para a cultura gastronômica de três regiões do estado: Sertão, Litoral Sul e Agreste.

 

Em agosto, o chef César Santos, do restaurante Oficina do Sabor, entrou em cena para liderar uma equipe de consultores e professores que estão capacitando, nas carretas-escola do Senac. A ideia é que, nos próximos meses, cerca de 600 pessoas sejam qualificadas em gestão, vinhos, café, design de pratos e cozinha sustentável.

 

“Queremos valorizar a identidade culinária regional e promover a cadeia produtiva e a qualificação dos profissionais de bares e restaurantes. Como no Recife, a oferta por treinamentos deste tipo é rica, pensamos no formato itinerante para ajudar as demais regiões do estado que não têm tantas oportunidades”, afirma Maria Goretti Gomes, diretora de operações do Senac-PE. Segundo ela, além da consultoria especializada, o Na Estrada também movimenta a economia local, porque promove festivais, oficinas e feiras gastronômicas.

 

“No festival, estimulamos os restaurantes a trabalharem com um prato especial com os ingredientes identificados como característicos daquela região através da nossa pesquisa. Em cada cidade, também fazemos aulas maiores, que são gratuitas e abertas ao público e, ao final da visita, organizamos uma feira/rodada de negócios onde os produtores locais podem expor seus produtos e fechar parcerias com os donos de restaurantes.”

 

As capacitações têm carga horária de 30h a 40h e acontecem dentro das carretas do Senac. Toda a viagem é acompanhada por um professor de gastronomia do Senac e um agente de negócios do Sebrae. Jocélio Silva, gerente da pizzaria Papo de Boteco em Triunfo, Sertão de Pernambuco, já participou da capacitação e aprovou a iniciativa.

 

“Qualificações sempre são bem-vindas. Aprendi a harmonizar vinhos e tive algumas aulas de gestão. Foi maravilhoso. Me sinto mais preparado”, ressalta. Segundo ele, para o festival, o restaurante criou uma pizza de picanha e um calzone toque de brejo, que leva creme de ricota de cabra, queijo coalho, carne de bode desfiada, carne seca e molho de abóbora.

 

Para Valter Jarocki, diretor da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), a ação fortalece o mercado de mão de obra local. “Existe um déficit não só aqui, mas em todo o país. Em Pernambuco, a falta de mão de obra ficou pior nos últimos anos, uma vez que o desenvolvimento de Suape puxou para lá muitos trabalhadores de outras regiões.”

 

Ele completa afirmando que qualificar é um trabalho continuo, não acaba nunca. “Recife tem sete faculdades de gastronomia, Caruaru tem duas e têm cidades que nem escola tem. É importante descentralizar os esforços.”

 

 

Saiba mais

 

Sertão

 

Até 4/09 – Festival Gastronômico, com venda dos pratos temáticos nos principais restaurantes de Serra Talhada, Salgueiro e Triunfo.

 

Litoral Sul

 

Até 28/09 – Festival Gastronômico comvenda dos pratos temáticos nos principais restaurantes de Enseada dos Corais, Suape,Maracaípe, Tamandaré, Praia dos Carneiros, Porto de Galinhas e Gaibu.

 

Agreste

 

15/10 – Coquetel de abertura do Festival;

 

16/10 – Jantar Magno;

 

17 e 18/10 – Feira da Gastronomia Regional – Feira popular com a presença dos produtores e agricultores comoficinas de gastronomia para o público

 

15/10 a 13/11 – Festival Gastronômico com venda dos pratos temáticos nos principais restaurantes de Caruaru,Gravatá e Bezerros.

 

Principais ingredientes identificados pelo projeto:

 

Sertão e Agreste: carne seca, carne de sol, picanha, charque, carne de bode, carne de cabrito,macaxeira, jerimum, cuscuz, queijo coalho, umbu, rapadura, acerola emanga.

 

Litoral Sul: camarão, peixe, caranguejo, polvo, ostra, sururu,manguito, berinjela, jaca, banana, tamarindu, pimenta e rúcula.

 

Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário