Food Service

Notícia

Restaurantes de SP aceleram troca de plástico descartável antes de lei

Empresários dizem que trocar o plástico por papelão, metal ou porcelana é tendência que deverá ser adotada em outras partes do país

06/02/2020

Varejistas que vendem refeições, bebidas e doces na cidade de São Paulo estão abandonando pratos, copos e talheres de plástico descartável, antecipando-se à lei municipal que bane esse tipo de produto a partir de janeiro 2021. A troca aumenta o custo e o repasse para o preço final depende de uma retomada mais firme da demanda. Mas executivos ouvidos pelo Valor dizem que trocar o plástico por papelão, metal ou porcelana é tendência que deverá ser adotada em outras partes do país.

 

No entendimento da Abrasel em Sp, “é cedo para dizer se haverá um aumento de custos operacionais relevante nas empresas” , diz o presidente da Abrasel São Paulo, Percival Maricato. “O mercado se autoregula, novos fornecedores vão aparecendo, e de produtos reciclados dos mais diferentes materiais. Isso deve elevar a oferta e uma pressão de custos pode ir diminuindo”, disse. (Fonte: Valor Investe)

Deixe seu comentário