Food Service

Notícia

Rede de franquias fatura com sabores inusitados de coxinhas

A Coxinha du Chef tem um ano de existência e pretende fechar 2015 com faturamento de R$ 5 milhões

03/07/2015

Apesar de ser formado em administração e especializado em gestão estratégica de negócio, Sidnei Zucatelli, de 33 anos, não tinha atuado à frente de um negócio até um ano atrás. Essa perspectiva mudou quando ele conheceu Roberto Minelli, um dos sócios da Coxinha du Chef, rede de franquias especializada em salgados.

 

Coxinhas com vários tipos de recheios – parmegiana, hot dog, doce de leite e carne louca são alguns dos sabores – e salgados como pão de queijo vendidos no cone são a especialidade da rede.

 

Zucatelli gostou da ideia e decidiu se tornar um franqueado da rede. “A ideia da coxinha é ter uma operação simples sem perder a qualidade”, afirma. A Coxinha du Chef possui uma fábrica própria, em São Paulo, onde todos os salgados são produzidos. O franqueados recebem os salgados prontos e só precisam fritar e vender.

 

Ele abriu uma unidade no bairro de Pinheiros, em São Paulo. “Com cinco meses de operação, ela se tornou a principal loja da rede”, diz o empreendedor, que em seguida tornou-se sócio da unidade da Lapa, também na capital paulista.

 

Com tantos bons resultados, o empreendedor foi convidado a se tornar diretor da rede e reestruturar o plano de negócios e a gestão. “A Coxinha du Chef até então não tinha um formato bem estruturado como uma franquia que quer expansão, mas acabou crescendo muito rápido”, afirma. Em questão de um ano, foram abertas 20 unidades da Coxinha du Chef, três delas fora do estado de São Paulo.

 

Uma das primeiras decisões de Zucatelli foi investir em uma linha de produtos assados para o café da manhã. “Estamos de olho no mercado e percebemos que o modelo de salgados assados, com aspecto mais natural, tem um apelo muito forte. Trouxemos essas novidades para o café da manhã e elas estão saindo super bem”, afirma.

 

Investir em sabores inusitados de coxinhas foi outra diretriz dada à rede. A cada dois meses, a Coxinha du Chef lança novos sabores. “Eles têm um apelo maior”, diz o Zucatelli. A ideia é associar os recheios com datas específicas. Dezembro, por exemplo, é mês da coxinha de panetone.

 

O diretor da rede também deu bastante atenção ao plano de franquias. O objetivo é terminar 2015 com 59 unidades, mas a preferência é que elas sejam responsabilidade de 20 franqueados. “Quero que os franqueados estejam felizes. Não quero ter vários, mas poucos de confiança”, diz Zucatelli. “Franquia é como um grande time. Você aprende a conhecer quem está do outro lado. Conhece as fragilidades e aprende como canalizar a força.” O investimento inicial em uma unidade da Coxinha du Chef é de R$ 80 mil, com um faturamento mensal médio de R$ 30 mil.

 

A rede atualmente produz três milhões de coxinhas por mês e pretende faturar R$ 5 milhões em 2015. Para Zucatelli, estar à frente desse processo é uma realização pessoal. “Nunca me dediquei tanto para um negócio. Acredito demais nesse modelo de negócio”, afirma o empreendedor. (Fonte: PEGN)

Deixe seu comentário