Publicidade

Food Service

Notícia

Empresário investe R$ 100 mil para criar negócio de entrega de salada em pote de vidro

Salada Urbana vende sete tipos de salada e dois tipos de massa

14/08/2014

De olho no mercado de alimentação saudável, o empresário Luis Lopes investiu R$ 100 mil em uma empresa de entrega de saladas em potes de vidro. A Salada urbana entrou em operação há dois meses em São Paulo e vende sete tipos de saladas e mais dois tipos de massa.

 

"Conheci algo parecido nos Estados Unidos, onde as saladas são vendidas em máquinas", conta Lopes, que resolveu apostar no negócio em São Paulo e se surpreendeu com o número de pedidos no início da operação. Nessa primeira fase da empresa, as entregas são restritas aos bairros: Moema, Pinheiros, Itaim e Jardins.

 

Os potes custam R$ 18 e também podem ser comprados em kits, que diminui o valor individual de cada refeição. A empresa não cobra taxa de entrega desde que tenha um pedido mínimo de três potes. Atualmente, a Salada Urbana registra cerca de 130 clientes que pedem as saladas com frequência.

 

"Estamos localizados na Granja Viana e a logística de entrega é a parte mais complicada", conta Lopes, que já estuda a implantação de um centro de distribuição em São Paulo para facilitar o processo.

 

Entre as saladas mais vendidas estão a clássica (manjericão, tomate cereja, mozarela de búfala, azeitonas e mix de folhas) e a detox (couve, pimenta biquinho, broto de feijão, beterraba, pepino, tomate, brócolis, chia em grão e mix de folhas).

 

No caso da massa, a empresa trabalha com dois tipos: pene ao sugo e pene Alfredo. A cada dez vidros devolvidos, o cliente começa a ganhar descontos para a próxima compra. A refeição vem em um pote de 600 ml. Cada pote contém entre 400g e 500g de salada e os pedidos podem ser feitos por telefone ou no site da empresa. (PEGN)

 

Deixe seu comentário