Food Service

Notícia

Empreendedores gaúchos criam marca de pipoca gourmet

Com sete lojas e dois pontos de venda, Gourmet Popcorn vende 20 mil pacotes de pipoca por mês

29/10/2014

Em uma viagem aos Estados Unidos em 2009, o empresário Marcos Valério dos Santos, 47 anos, conheceu a pipoca gourmet. O produto, diferentemente das tradicionais pipocas de cinema ou micro-ondas, apresentava uma infinidade de sabores e coberturas doces e salgadas. A ideia chamou a atenção de Santos que, junto com seu amigo e sócio Rafael Peccin, 33 anos, trouxe a ideia para o Brasil. Em 2010, a dupla abriu a primeira unidade da Gourmet Popcorn em Gramado (RS). Hoje, a empresa vende uma média de 20 mil pacotes de pipoca por mês.

 

Depois da concretização da ideia, Santos e Peccin passaram um ano desenvolvendo a marca e os sabores, até abrirem a loja em Gramado. Na época, o investimento inicial dos empresários foi de R$ 100 mil. “O conceito foi inspirado lá fora, mas os sabores foram repensados ao paladar brasileiro”, afirma Peccin. Além dos tradicionais natural e manteiga, a Gourmet Popcorn trabalha com outras dez opções: caramelo, caramelo com castanhas de caju, cheddar, chocolate, doce de leite com coco, parmesão, canela cristalizada, pé de moleque, doce de leite e algodão doce.

 

Para diferenciar a Gourmet Popcorn no mercado, Santos e Peccin criaram uma marca alegre e colorida. Além da imagem, os empresários se preocuparam com a durabilidade do produto que, dentro da lata, tem validade de um mês. “Nossa ideia é mudar a forma que o brasileiro consome pipoca, que pode ser um alimento para qualquer hora do dia”, diz Pecci.

 

Após dois anos do início da operação em Gramado, os empresários abriram a segunda unidade em um shopping de Porto Alegre. Atualmente, a marca tem sete unidades, entre lojas e quiosques, sendo cinco na capital do estado, uma em Gramado e uma em Novo Hamburgo. Além destas, a Gourmet Popcorn tem dois pontos de venda: um também em Gramado e outro em Canela. Este último é um Calhambeque que funciona em um parque de diversões como carrinho de pipoca.

 

Segundo Peccin, a marca vive um momento especial: o desenvolvimento do primeiro produto para varejo e a adesão do sistema de franquias. “Criamos uma parceria com uma tradicional loja de chocolates caseiros e, em breve, o varejo vai vender a pipoca da Gourmet Popcorn coberta com o tradicional chocolate de Gramado”, diz. Já sobre as franquias, o empreendedor afirma que a expansão já começou e, no primeiro semestre de 2015, São Paulo receberá a primeira unidade da Gourmet Popcorn.

 

A marca trabalha com três tipos de embalagem: os pacotinhos de plástico, o balde e as latas que, neste momento, estão sendo personalizadas para o Natal. O preço da pipoca varia de R$ 8 a R$ 33.

Deixe seu comentário