Publicidade

Food Service

Notícia

DICAS PARA NÃO ERRAR NO HORA DE DEFINIR PREÇOS E DESCONTOS

Calcular corretamente quanto cobrar por um produto ou serviço é uma das questões mais complexas e determinantes para o sucesso de um restaurante

16/07/2018

1-O cálculo os valores dos produtos do cardápio de um restaurante deve levar em consideração uma série de itens. A primeira dica é que seu preço final tem que ser maior que o custo. Parece óbvio, mas muitos empreendedores têm dificuldade para entender todas as suas despesas, que incluem não somente o gasto com a matéria-prima, mas também salário dos funcionários, despesas com transportes e contas de energia, água e internet, os chamados custos invisíveis.

 

2-Outro motivo que leva alguns empreendedores a cobrarem menos que seu custo e observar apenas o preço da concorrência e tentar se igualar. Primeiro de tudo seu trabalho precisa ser valorizado. ENtretanto, a concorrência é um bom norte, e seu preço não deve sair muito da média. Ao analisar o preço da concorrência há duas escolhas: vender mais barato e tentar atrair clientes pelo preço ou cobrar mais caro, mas oferecer diferenciais, como um produto ou atendimento melhor.

 

3-Um dos aspectos negativos de quem aposta em um produto mais barato é a possibilidade de os concorrentes também reduzirem os preços, igualando-os ou cobrando menos. Grandes empresas podem, por exemplo, cobrar pouco por algo em uma determinada região, apenas para exterminar um pequeno negócio. Por isso, antes de estabelecer os preços, pense no que seus concorrentes podem fazer.

 

4-Com o interesse em agradar ao cliente e ter impacto sobre a concorrência, ou até de vender produtos parados, resultado de uma estratégia errada, as promoções e descontos são um bom artifício, porém arriscado se calculados da forma errada. Para traçar uma boa estratégia de descontos, é preciso olhar para fatores internos e externos ao negócio. Olhando para dentro, o empreendedor precisa entender bem seus custos e seus estoques, para saber o que pode ou não ser colocado à venda por um preço menor.


 

5-Traçar uma boa política de descontos pode ser crucial para acelerar aumentar os lucros. Uma boa política de promoções deve ser coordenada o ano todo, porque garante a fidelização do cliente e torna o negócio mais atrativo. Deve-se pensar que os descontos servem para melhorar a vida do cliente e não do negócio. O produto colocado em desconto deve ser do interesse do cliente. Se não for, não há compra, e aí toda a política traçada não terá resultado para nenhum dos lados.

 

6-Na dúvida, o padrão que todos os tipos de negócio deve seguir a seguinte ordem: planejamento de quais produtos serão trabalhados com desconto; definição do máximo de desconto a ser atingido; divulgação para todos os colaboradores da proposta de desconto; após o consenso dos departamentos da empresa, iniciar as promoções; divulgação ao público com detalhes de como a proposta será trabalhada.

 

7-Para profissionais autônomos do food service, uma dica é ter um valor-base por hora trabalhada. Para chegar a esse número, pense em quanto você deseja faturar em um mês. Depois, divida esse montante pelo número de dias que você deseja trabalhar no período e na quantidade de horas que costuma trabalhar em um dia. Esse valor-base, claro, tem que ser coerente e relacionado aos itens acima. O tempo de experiência do empreendedor na sua área de atuação faz parte do cálculo.

 

Deixe seu comentário