Food Service

Notícia

Academia gourmet traz cursos de culinária

Espaço, inaugurado este ano no Tatuapé, em são Paulo, oferece cursos técnicos e de gastronomia do mundo todo

17/08/2015

Ministrados por chefs neozelandês, japonês, francês e brasileiro, a culinária mundial está acessível a todos que quiserem aprender pratos exóticos – ou do cotidiano – na Academia Gourmet, no Tatuapé, em São Paulo.
 
Não há limites para quem quer conhecer o mundo a partir da gastronomia de seus países. Com essa premissa, os sócios da Academia Gourmet abriram o espaço que une cursos, workshops, lanches rápidos e refeições no bairro do Tatuapé, em São Paulo. “Inauguramos a Academia Gourmet em março desse ano com a finalidade de capacitação, formação e aperfeiçoamento de chefs e cozinheiros para a nossa região. Com o decorrer dos meses, abrimos vários cursos rápidos, com duração de até três semanas para 16 pessoas por turma com pratos de vários países do mundo. Inclusive, ministrando aulas em inglês para quem quer se aperfeiçoar e trabalhar em outros locais, ou testar seus conhecimentos – tanto na cozinha quanto na fluência do idioma”, diz Ademir Fratric Bacic, um dos sócios da escola.


Os cursos de formação técnica têm carga horária de 420 horas e começa com ambientação na cozinha, habilidades iniciais – afiar faca, aprender a cortar e descobrir qual a certa para cada produto que será utilizado. “Depois, os alunos aprendem o que é assar, fritar, grelhar e passam a descobrir grãos, cereais, ervas, condimentos e legumes para o curso de Garde Manger, ou seja, preparo de saladas, antepastos, entradas em taças, terrines e molhos frios”, diz ele.


A próxima etapa envolvem os pratos quentes. Nessa etapa, os alunos vão descobrir e aprender a fazer tanto pratos da cozinha internacional como da brasileira. “Dividimos as aulas com um prato típico de quatro regiões do Brasil – Norte, Nordeste, Sul e Sudeste e cinco pratos sendo um francês, um italiano, um português, um espanhol e um árabe, todos com variações da época em que o curso está sendo ministrado relativo a todos os países”, continua Ademir.


Nesse curso técnico, os alunos são levados a dois passeios – uma ao Mercado Municipal de São Paulo para descobrirem todos os tipos de carnes, aves, frutas, legumes e temperos existentes no mercado paulistano e outro, à Rua Paula Souza para descobrirem todos os equipamentos e utensílios existentes à venda para quem pretende abrir seu próprio negócio.


“A formatura de cada turma de alunos é feita pelos próprios alunos e, para isso, juntamente com os professores, eles organizam o cardápio do almoço, fazem o Tour Gourmet (como explicado acima), preparam cada prato no dia da formatura e pensam em cada detalhe da festa – das decorações das mesas aos pratos e talheres apropriados, os aperitivos e bebidas que serão servidos antes do almoço e as homenagens que serão feitas aos participantes, familiares e professores. Essa é a nossa maneira de treiná-los para que seus eventos futuros sejam um sucesso”, diz Ademir.
 

 

Cursos para todos os gostos

Além dos cursos básicos – há um, inclusive, para quem não tem a menor habilidade na cozinha e aprende a fazer arroz, feijão, omelete, farofa, couve cozida, dois tipos de carne e aves –, a Academia Gourmet ministra outros de Culinária Francesa, Culinária Italiana, Culinária Portuguesa, Culinária Espanhola, Culinária Árabe, Panificação e Confeitaria, além de um específico para Tortas, Doces e Sobremesas. 


“Há o de Culinária Brasileira e estamos lançando dois novos – o Expresso Europa, com pratos da França, Itália, Portugal e Espanha e o Expresso Oriente, com pratos da culinária indiana, tailandesa, vietnamita, coreana, chinesa e japonesa. Ambos terão 12 aulas com dois pratos por aula”, comenta o sócio.
Outro curso que tem atraído muitos alunos é o Chef Gourmet Express, com crianças a partir de seis anos. “Eles não aprendem a cortar e, sim, execução de receitas de salgadinhos e doces de festas infantis, hambúrguer, macarrão e todas as aulas, diferentemente das que são ministradas aos adultos, têm duas horas e meia de duração”, continua.


Os cursos custam em média, R$ 400,00 e os alunos recebem avental, touca calça. Recebem todo o material que será usado durante o curso em cada aula que assistem e as apostilas com as receitas que fizeram. “Também preparamos aulas especiais em inglês com o nosso chef neozelandês, e workshops para escolas paulistanas demonstrando a profissão de chefe de cozinha”, diz Ademir.


Há cursos de Comidas de Boteco, de Coquetéis e Mixologia, de Gastronomia Funcional com receitas com grãos, sem glúten e sem lactose e curso de Risotos e Massas para quem gosta de receber amigos no final de semana e não querem gastar muito tempo na cozinha. “Vamos ampliar a nossa grade de cursos e levamos nossa experiência – e a dos nossos profissionais – em todas as escolas que nos convidam a participar, além de feiras e eventos. E estamos satisfeitos com a procura que temos tido”, finaliza o sócio.

Deixe seu comentário