Food Service

Notícia

Treinamento em cozinha inteligente auxilia quem quer abrir negócio

Cozinha 360 mostra as funcionalidades e os benefícios dos equipamentos na preparação de alimentos

17/06/2016

O atual momento econômico do país faz com que muitas pessoas busquem novas formas de ganhar dinheiro, seja por causa do desemprego, ou por querer aumentar um pouco a renda para não perder o padrão de vida. Neste cenário, muita gente decidiu abrir seu próprio negócio, e boa parte deles entra na área da alimentação. Food trucks, marmitex, pequenos restaurantes, delivery, entre outros: estas são as novas ideias de quem quer fazer um dinheiro extra.

 

 

Pensando nisso, a Intellikit, empresa especializada em soluções para cozinhas inteligentes, que oferece tecnologia de ponta para todos os tipos de processos de alimentos, desenvolveu o conceito da Cozinha 360º, treinamentos para pessoas interessadas em investir para acelerar a produção, dar mais qualidade aos alimentos e melhorar as refeições servidas nos restaurantes.

 

 

 

 

 

De acordo com José Dias Reis, fundador da empresa e mestre em engenharia de alimentos, o treinamento é interessante, pois ajuda qualquer pessoa a visualizar como a tecnologia pode melhorar o processo atual dentro de uma cozinha. “Quem já está ali no dia a dia da cozinha, quando vem para cá e vê como funcionam os equipamentos, percebe como cada um deles pode ajudar, ou até mesmo ter ideias de como é possível agilizar a preparação de refeições utilizando nossa tecnologia, dependendo do número de pessoas atendidas ao dia”, explica.

 

 

Além disso, Reis acredita que, para quem está começando no segmento, já ajuda a desenvolver o negócio com qualidade de produção e garantia de não desperdiçar alimentos. “As pessoas que ainda estão montando o seu negócio saem daqui muito animadas, porque já imaginam sua produção com a nossa tecnologia. É muito bom ver o equipamento funcionando e entender a real função dele, para poder aproveitar o melhor que a tecnologia oferece”, ressalta Reis.

 

 

 

E foi isso que aconteceu com Priscila Fioravanti, de 23 anos, que se formou em Farmácia em 2015 e, durante o curso, se apaixonou por alimentação funcional e decidiu que queria trabalhar com isso. Ao terminar a graduação, se juntou com a tia, Noeli Fioravanti, que é nutricionista, e resolveram montar a Nonô Gourmet, empresa que venderá marmitex light, com alimentação saudável. As duas vieram de Itú, interior de São Paulo, para conhecer os equipamentos da Intellikit.

 

 

A jovem conta que decidiu buscar inovações em tecnologia porque querem manter todas as propriedades e cores dos alimentos, e isso requer equipamentos capazes de congelar e preparar a comida sem que haja perda de qualidade e de aromas. “Precisamos agilizar a preparação de alimentos, além de prezar a qualidade, para manter os sabores e não perder a crocância. Para isso, a tecnologia ajuda em tudo, sem tirar as características de cada alimento”, afirma.

 

 

Para ela, colocar a mão na massa e utilizar os fornos ajuda muito a entender os processos. “É possível ver todas as maneiras de utilizar os equipamentos, para poder aproveitar ao máximo as facilidades que eles oferecem”.

Deixe seu comentário