Publicidade

Food Service

Notícia

Sonha em empreender? Pense como um atleta olímpico

Como um atleta, o empreendedor também tem que lidar com a pressão, o cansaço e o medo

09/07/2015

Você vê aquela ginasta concentrada, prestes a executar sua série no solo, e pensa: como ela consegue? Quer dizer, aquela pessoa se preparou anos a fio para esse simples momento. Como ela aguenta a pressão? Será que não tem medo de errar? Será que não está exausta, depois de tantos treinos? O que exatamente passa pela sua cabeça antes de entrar em cena?

 

De acordo com a psicóloga californiama Joan Dahlkoetter, os atletas desenvolvem uma série de técnicas para lidar com esse tipo de obstáculo. Só assim são capazes de realizar performances impecáveis, dignas de uma medalha de ouro. A boa notícia, diz a autora do livro Olympic Thinking, é que as mesmas estratégias valem para o mundo de negócios. No dia a dia, o empreendedor também tem que lidar com a pressão, o cansaço e o medo. No site da revista Inc, a escritora deu algumas dicas para pensar como um atleta olímpico.

 

Obstáculo número 1 – Pensamentos negativos Tanto no atletismo quanto nos negócios, falhas são inevitáveis. Toda vez que pensar coisas do tipo “Eu não sou bom o bastante”, “Eu não vou conseguir”, “Tudo dá errado para mim”, comece a fazer perguntas afirmativas. “O que posso tirar de bom dessa situação?” “Que recursos preciso para sair de onde estou e chegar mais perto do meu objetivo?” Essas questões fazem com que você consiga deixar a negatividade para trás e seguir em frente. O cliente que você perdeu talvez não fosse o mais adequado para o seu negócio; o funcionário demitido não estava executando bem o serviço; o site sem audiência precisava mesmo ser reformulado. Use a adversidade para enxergar novas possibilidades de crescimento.

 

Obstáculo número 2 – Cansaço Assim como os atletas sofrem com a exaustão e as lesões, empresários determinados também podem passar por períodos de estresse e esgotamento. Colocar todo seu tempo e energia em um único foco é mesmo desgastante. Para alivar a tensão, é recomendável fazer paradas estratégicas. Dependendo do caso, podem ser pausas de algumas horas, dias ou semanas. Se isso não for possível, tire férias mentais. Vá até um lugar onde não vai ser interrompido por pelo menos dez minutos. Respire fundo e se imagine relaxando em algum cenário agradável, uma praia, um chalé na montanha… Parece bobo? Pode ser, mas funciona.

 

Obstáculo número 3 – Medo Mesmo o atleta mais bem preparado pode entrar em pânico momentos antes de encarar as barras paralelas ou o cavalo com alças. Da mesma maneira, um empreendedor pode se sentir paralisado diante de uma reunião decisiva com um cliente ou uma apresentação para investidores. Nessas horas, diz a especialista, é melhor voltar para o básico. Vá até um lugar tranquilo e comece a listar todos os talentos e habilidades que levaram você a chegar onde está hoje. Depois, visualize a cena em que você consegue o resultado esperado. Faça isso muitas vezes. Então, pare tudo e foque apenas no momento – não pense no passado, nem se preocupe com o futuro. Apenas determine qual a próxima tarefa e execute, com disciplina e concentração. E assim por diante, até chegar ao objetivo final. Partir para a ação, diz a especialista, é a melhor maneira de acabar com o medo.

 

Fonte: PEGN

Deixe seu comentário