Publicidade

Food Service

Notícia

Saiba qual o custo-benefício dos produtos feitos especialmente para o food service

Confira nosso Papo direto com Guilherme Oliveira, gerente de Food Service da JBS-Friboi, que explica o cuidado com o gado e a produção diferenciada dos produtos voltados para o transformador

14/07/2016

Guilherme Oliveira, gerente Food Service da JBS-Friboi

Mineiro residente em São Paulo desde 2006, Guilherme Oliveira atua hoje como gerente de Food Service da JBS. Iniciou sua trajetória na empresa há oito, como Coordenador de Vendas em São Paulo para o pequeno Varejo e começou a trabalhar com o food service após dois anos. Atuou ainda no Rio de Janeiro como Gerente de Vendas e, depois desse período, voltou para São Paulo para assumir a gestão da área nacional de Food Service da JBS, que trabalha com as marcas Friboi, Do Chef Friboi, Angus Friboi e Swift Black, cuidando do acompanhamento do gado desde sua origem, a fim de trazer a melhor solução e o melhor custo-benefício para o negócio do transformador. Administrador por formação, Oliveira atua no mercado de alimentação há 14 anos, com passagem por empresas como Macarrão Santa Amália, Kellogg’s e Sadia.

 

Fale sobre a área de Food Service da JBS?
A JBS criou, na unidade de Carapicuíba, há cerca de dez anos, uma área dedicada ao Food Service. Hoje, o atendimento do setor foi estendido para as capitais e principais cidades do País, com profissionais dedicados ao Canal, que exige um atendimento específico e técnico. O principal objetivo do canal é entender e conhecer de perto o negócio do cliente para encontrar dentro do nosso portfólio de produtos a solução ideal que se encaixe em seu perfil de preparo e público atendido, seja dentro da indústria, com uma produção em larga escala, ou do negócio transformador, seu cliente e qual é a solução que ele precisa.

Quais são os principais produtos disponibilizados para o mercado transformador?
Nossa gama de produtos inclui as soluções da marca Do Chef Friboi, que oferece uma solução completa para o food service com produtos específicos em carne bovina nacional e importada da Argentina, Uruguai, Paraguai e Austrália, nos principais cortes como contra-filé, alcatra completa, filé de costela e picanha, além de cordeiros do Uruguai, Chile, Nova Zelândia e Austrália, frangos, suínos, pescados, embutidos, vegetais e batatas pré-frita congelada. A JBS conta ainda com linha de produtos Premium da marca Swift Black, com carne bovina de um blend de raças britânicas que oferece marmoreio e suculência inigualáveis, além da nova marca Angus Friboi, que comercializa cortes certificados pela Associação Brasileira de Angus, com maciez única para os clientes que procuram um produto diferenciado para um público exigente.  

Qual a diferença de um produto para o food service em relação ao desenvolvido para o varejo?
Podemos citar alguns pontos importantes. A matéria-prima da linha Do Chef Friboi, por exemplo, é selecionada com foco no food service. No caso da carne bovina, oferecemos cortes com padrão especialmente criado para o setor, com uma cobertura de gordura uniforme que contribui para manter a maciez e sabor durante o preparo até o momento de servir para os consumidores. Além disso, os produtos são vendidos em embalagens maiores, na medida para o setor – enquanto uma peça de contra-filé para o varejo tem 1,5kg, a do Do Chef Friboi, por exemplo, tem 4,5kg – conferindo mais praticidade, custo relevante, facilidade de ter a medida certa e de armazenamento. Para os clientes, levamos a solução completa e isso garante aumento da eficiência, redução do desperdício e economia de tempo.

Como desenvolvem produtos para o setor food service? Quais são os itens avaliados?
Ouvimos muitos as demandas dos nossos clientes, olhamos as práticas do mercado e buscamos sempre estar à frente da categoria com as nossas inovações desde a origem da matéria prima nas fazendas. A JBS tem um programa de sustentabilidade em que faz um monitoramento através de satélite, evitando assim que compremos de fazendas com trabalho escravo, infantil, área indígena ou de desmatamento. Isso é uma garantia e um grande diferencial que oferecemos aos nossos clientes. Sabemos e garantimos a procedência dos produtos que estamos comercializando. Além disso, acompanhamos de perto todo o processo dos pecuaristas fornecedores, com o objetivo de contribuir para elevar ainda mais a qualidade das carcaças produzidas no País e, assim, garantir um produto final especial para o food service, assim como para o varejo. 

Este cliente procura preço ou entende o valor do custo-benefício?
A nossa percepção sobre preço é diferente. Sabemos que precisamos prestar um bom serviço. Nosso trabalho é produzir em grandes escalas dentro de um padrão contínuo para garantir ao transformador que precisa servir seus pratos com a mesma qualidade, tamanho e sabor mais praticidade e rendimento com as peças e cortes classificados que comercializamos no food service. Oferecemos vantagens e benefícios por entregar um padrão de limpeza e classificação de tamanho, possibilitando, assim, a melhor relação custo-benefício e rentabilidade para o transformador.

 

“Percepção de preço é relativa. Na indústria tem uma padronização, os cortes são feitos em escalas, as pessoas são treinadas para isso. Estou entregando a so­lução para o negócio dele, que fará menos aparas na peça. Os transformadores que fazem a conta corretamente na entrada e na saída entendem o benefício.”

 

Quais são os desafios no atendimento aos transformadores?
O desafio é ter a técnica e a sensibilidade para atender os clientes e entregar o que ele realmente precisa. Os produtos devem trazer o melhor rendimento com o melhor custo final dentro de um valor que traga uma margem interessante. Atendemos igualmente a todos os clientes, do boteco ao restaurante de luxo, o importante para nós é mostrar que estamos preparados para solucionar o fornecimento de todas as proteínas e ser a melhor solução para o negócio, solucionando problemas e garantindo maior lucratividade. 

Possuem um canal de auxílio aos transformadores?
Sim. A Friboi lançou a Academia da Carne Friboi, uma plataforma on-line que reúne todos os tipos de conteúdo para transformar os consumidores e pessoas do food service – dos mais leigos aos mais experientes – em verdadeiras autoridades quando o assunto é carne bovina. A novidade tem três embaixadores de peso: a apresentadora Ana Maria Braga e os renomados chefs de cozinha Olivier Anquier e Guga Rocha, que atuam diretamente na elaboração dos conteúdos e garantem a confiança às informações disponibilizadas. Além disso, a produção dos vídeos, matérias e infográficos que compõem a Academia da Carne Friboi tem a assinatura da Globo, que ainda hospeda, amplifica e qualifica a audiência do site, reafirmando a credibilidade das informações elaboradas com exclusividade para o canal. A plataforma tem ainda a participação dos chefs e especialistas Felipe Bronze, Ana Luiza Trajano, Jimmy McManis, Ivan Aschar, Clarice Chwartzmann, Flavio Myiamura, Carla Pernambuco, Mônica Rangel, Arthur Sauer, André Castro, Tereza Paim, Fabio Vieira e Kathia Zanatta, que são consultores e dividem todo o seu know-how com os consumidores por meio de cursos em vídeo e de outras formas, tudo com a curadoria de especialistas em carne da Friboi. 

Deixe seu comentário