Food Service

Notícia

Rodriaço fecha 2014 com projeto de expansão

Indústria pretende unificar e expandir sua planta fabril, aumentando seu faturamento anual em 15%

06/11/2014

A Metalúrgica Rodriaço, especializada em cozinhas industriais, com planta fabril em Curitiba e Centro de Distribuição em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, pretende ter um 2015 ainda mais promissor. Este ano, viabilizou seu projeto de expansão, que inclui a implantação de uma planta industrial na cidade de Fazenda Rio Grande, unificando suas operações, hoje divididas nas duas cidades. A empresa atua em todo o território nacional, estando presente em cozinhas industriais, hotéis e empresas de diversos segmentos.

 

Com faturamento anual consolidado de 2013 na casa de R$ 30 milhões, possui expectativa de fechar o ano próximo aos R$ 35 milhões. Para 2015, a expectativa é de aumentar este número em 15%. A nova fábrica terá cerca de onze mil metros quadrados e já está em fase de construção. O quadro de funcionários, que hoje está em torno de 150 colaboradores, deve sofrer o mesmo índice de acréscimo. As contratações deverão privilegiar profissionais da cidade. “Escolhemos Fazenda Rio Grande pela estrutura que a cidade oferece, sua localização estratégica e apoio da prefeitura local à nossa instalação”, diz Rodrigo Vieira Tavares, diretor da Rodriaço.

 

A estratégia comercial para alcançar a meta é investir cada vez mais na personalização e exclusividade de seus projetos. A Rodriaço atua com uma linha convencional, dentro dos padrões já utilizados pelo mercado e também com o desenvolvimento e execução de projetos personalizados. “Temos capacidade de executar todo tipo de projeto. Possuímos equipamentos de alta tecnologia, que realizam cortes à laser com precisão. Também dispomos de nossa própria marcenaria, o que nos permite executar o projeto em sua totalidade, entregando ao cliente a solução completa para o projeto”, diz Tavares.

 

Mais um forte segmento de atuação da metalúrgica é a terceirização de serviços de corte (laser e água),  perfuração e dobra. O setor também passará por ampliação. “Adquirimos um novo equipamento, italiano, que nos permitirá dobrar a capacidade deste serviço”, explica o diretor. Com tecnologia de ponta, a aquisição possibilitará, além de expandir a oferta, aprimorar ainda mais qualidade.

 

Deixe seu comentário