Publicidade

Food Service

Notícia

Rede de cupcakes fecha as portas e reacende debate sobre lojas de produtos únicos

Crumbs Bake Shop chegou a ter ações negociadas na Nasdaq, mas não conseguiu sobreviver

14/07/2014

Crumbs foi a maior rede de cupcakes da América

Loias de um produto só, como balas gourmet, bem-casados ou apenas brigadeiros representam uma forte tendência entre empresários brasileiros. Mas ao passo que o modelo se consolida no ramo da alimentação, cresce também a preocupação por parte dos especialistas, que lançam dúvidas sobre a viabilidades dessas empreitadas no médio e longo prazos.

Recentemente, um fato ocorrido nos Estados Unidos corroborou para apimentar esse debate. Isso porque a Crumbs Bake Shop, considerada a maior rede de lojas de cupcakes daquele país, notificou seus funcionários na semana passada, dia 7, sobre o fechamento de todas as suas lojas. 

A rede começou com uma loja em Nova York, em 2003, chegou a ter 65 unidades e até tinha ações negociadas na Nasdaq. No entanto, segundo o comunicado, a marca não sobreviveu ao mercado. E, assim, deu por encerrada as suas atividades 

Nesses três anos que as ações foram negociadas na Nasdaq, o preço só caiu. A ação começou em US$ 13,10, chegou a US$ 0,23 após o anúncio da saída da Nasdaq e fechou em US$ 0,04 em seu último dia. De acordo com o site Entrepreneur, a Crumbs foi a maior rede de cupcakes da América, mas como a febre do doce esfriou, o negócio não conseguiu sobreviver diante de um mercado com muitos concorrentes.

Segundo o site, nos três primeiros meses do ano, o prejuízo líquido da empresa aumentou para US$ 3,8 milhões ante os US$ 2 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Já as vendas somaram US$ 9,1 milhões, valor 25% menor em comparação com o mesmo período de 2013.

Mesmo com o fechamento da Crumbs, os concorrentes não acreditam na morte do cupcake. Sweet Arleen's, por exemplo, adotou o sistema de franchising no ano passado. Já a rede Sprinkles ampliou o cardápio com sorvetes e biscoitos.

Fonte: Estadão PME

Deixe seu comentário