Food Service

Notícia

Mercado Food service deve voltar a crescer a partir de março de 2016

Previsão da Abrasel mostra que, apesar da crise ter afetado o setor, estabelecimentos conseguem driblar entraves e apresentam um ritmo de queda menor neste terceiro trimestre, sendo que alguns chegaram até a ter incremento

25/09/2015

Na última década o setor food service apresentou um vertiginoso crescimento, subindo 50% mais que o próprio PIB (Produto Interno Bruto). No entanto, no final de 2014 começou a sentir os reflexos da crise econômica e vem lutando para conter os gastos e atrair o cliente.

 

No 1º trimestre tivemos uma queda de 2,4%, número que piorou ainda mais no 2º trimestre – 6,34%. Pela primeira vez em muito anos também foi verificada uma redução do emprego- 4,7%. "Nossa visão é que continuará piorando até o final do ano. Teremos no 3º trimestre uma queda menor e em março de 2016 deve voltar a crescer”, analisa, Paulo Solmucci, presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes).

 

Solmucci ressalta que a queda não é uniforme e alguns estabelecimentos até aumentaram seu faturamento. “Os estabelecimentos com ticket de R$30 a 70 caíram 30%, já os de R$20 a 30 estão estáveis. Restaurantes que conseguem oferecer refeições de até R$15 até tiveram crescimento de 10%. A crise não é para todo mundo, alguns ganham com ela”.

 

E aconselha: “O setor sempre foi muito criativo para aproveitar oportunidades. Quem conseguir agradar e mimar o cliente terá um momento melhor. O cliente não quer gastar mais, então a opção é realocar recursos do que o cliente valoriza pouco, pois o hábito de consumir fora de casa não mudou”. 

Deixe seu comentário