Food Service

Notícia

Máquina de cerveja expressa permite produzir com facilidade e promete transformar negócios

Equipamento faz em duas horas cerveja artesanal utilizando cápsulas prontas com a matéria prima, cervejarias tradicionais já criaram mais de 50 cápsulas para o projeto, que ainda precisa ser aprimorado

05/11/2015

Se beber vender cerveja não é um trabalho duro, produzir a sua própria pode ser um desastre. Bill Mitchell, ex-vice-presidente da Microsoft, está tentando resolver esse último problema.

 

Ele desenvolveu uma máquina que, a exemplo das máquinas de café do tipo Nespresso, produz cerveja artesanal na cozinha de uma casa, utilizando para isso cápsulas de lúpulo, cereais e de levedura.

 

A máquina, chamada Pico, é mais ou menos da metade do tamanho de um forno de micro-ondas e tem por volta de 13 quilos. Cada "fornada" produz cinco litros de cerveja, que leva por volta de duas horas para ficar pronta.

 

O único problema é que após a fabricação é preciso esperar de cinco a sete dias para o consumo, tempo necessário para a fermentação e a gaseificação - infelizmente, ainda não se inventou nada para pular esse processo.

 

A máquina já está em produção e deve ter sua venda iniciada no primeiro semestre do ano que vem, nos Estados Unidos. Neste momento, o projeto segue com uma campanha no site de financiamento coletivo Kickstarter.

 

A ideia de Bill Mitchell ao recorrer ao Kickstarter é a de levantar recursos para a produção de forma não tradicional (onde se lê: sem pedir emprestado para o banco). Originalmente, o plano era levantar US$ 200 mil, mas ele já conseguiu quase US$ 750 mil com a iniciativa virtual, que não paga juros para o mercado financeiro.

 

Cada máquina no Kickstarter vai sair por volta de US$ 499. Quando estiver à venda no varejo, esse preço deve ficar acima dos US$ 1 mil.

 

O mais bacana da Pico é que você realmente faz a sua própria cerveja, sem que para isso tenha de perder tempo acrescentando ingredientes nos tempos e proporções corretas.

 

Basta, para tanto, adicionar as cápsulas de matéria-prima que estarão à venda na internet. Para se ter uma ideia da força da ideia, a máquina nem saiu do papel e já existem mais de 50 cápsulas diferentes criadas por cervejarias artesanais tradicionais, como Rogue Ales e Elysian Brewing, vendidas a US$ 19, cada.

 

O equipamento permite regulagem por parte do seu usuário, que consegue definir o teor alcoólico e o amargor da bebida.

 

 

 

Fonte: Estadão

Deixe seu comentário