Food Service

Notícia

Grupo Petrópolis

O GP conquistou a segunda colocação no concorrido mercado de bebidas do Brasil em menos de dez anos e planeja uma expansão por todo território brasileiro até o final dessa década

24/02/2015

O Grupo Petrópolis é fruto da aquisição da Cervejaria Petrópolis e da marca Itaipava, de Petrópolis, em 2001. No mesmo ano, adquire a Cervejaria em Boituva (SP) que produzia a marca Crystal e que já tinha uma presença expressiva no interior paulista. A partir daí, a empresa começou seu processo de crescimento e consolidação.

 

Itaipava


Atualmente, conta com a impressionante marca de mais de 24 mil empregos diretos em todo o País e está presente em 23 estados por meio da atuação de seis fábricas: Petrópolis/RJ, Teresópolis/RJ (adquirida em 2007), Boituva/SP, Rondonópolis/MT (2008), Alagoinhas/BA (2013) e Itapissuma/PE (em fase de inauguração), além dos centros de distribuição estrategicamente instalados em pontos-chave do território nacional.


Eliana Cassandre, Gerente de Propaganda do Grupo PetrópolisEm 2002, deu um importante passo em sua história ao começar a produzir a Crystal com o selo de proteção em suas latinhas, inovação pioneira que foi rapidamente aprovada pelos consumidores.  “O selo de proteção reforçou a preocupação da cervejaria com a qualidade de seus produtos, não apenas com o líquido em si, mas em toda cadeia. Penso que essa data marcou muito a nossa história e a partir dali partimos para nos tornarmos a força que temos atualmente”, afirma Eliana Cassandre, Gerente de Propaganda do Grupo Petrópolis.


A executiva conta que, com a assinatura do protocolo de intenções para a construção de novas fábricas no estado do Paraná, o Grupo Petrópolis mantém sua meta de expansão, que prevê a presença em todo o território brasileiro até o final dessa década.

 

 

 

 

 

Parcerias de sucesso

 

Em outubro do ano passado, o Grupo Petrópolis fechou um acordo com a SABMiller, segundo maior grupo cervejeiro do mundo, que prevê a distribuição de marcas selecionadas no mercado brasileiro, umas delas prevista ainda para este ano.


Já a parceria com a Weltenburger começou em 2010. A empresa confiou a receita de suas cervejas aos especialistas do GP, que hoje produz quatro tipos de cerveja da linha que foi criada em 1050, no mosteiro de Weltenburg, na Baviera: a Barock Dunkel (cerveja puro malte escura tipo abadia), a Anno 1050 (cerveja tipo lager clássica, tipo Märzenbier), Weltenburger Kloster Urtyp Hell (uma cerveja de coloração amarelo ouro e sabor encorpado) e Weltenburger Kloster Hefe-Weißbier Dunkel (uma cerveja escura de trigo). 

 

Weltenburger

 

Perspectivas otimistas

 

Hoje, a cervejaria é a segunda maior no percentual de mercado brasileiro de bebidas e considerada a maior empresa 100% brasileira. “O mercado de cervejas é muito competitivo, mas gostamos de desafios. Chegamos à segunda colocação no mercado em menos de 10 anos e só conseguimos este resultado porque trabalhamos muito e porque todas as nossas ações são voltadas ao consumidor. Queremos crescer junto com o Brasil”, justifica Eliana.


O GP é a empresa de bebidas que mais cresce no Brasil. A Itaipava, seu carro chefe, é uma marca com excelente aceitação no mercado e fechou 2014 com 12,6% de market share no setor de cervejas, o que consolidou ainda mais a cervejaria como a segunda maior do País. 


“Em um período de muitas oscilações de mercado, como foi o último ano, e que exigiu cada vez mais foco no consumidor, o Grupo Petrópolis aumentou em quase 900 pessoas a sua força de trabalho e atingiu a marca de 24.000 empregos diretos em todo país. Para 2015, esperamos manter nosso crescimento e obter sucesso com novos lançamentos.  Inauguramos oficialmente nossa fábrica em Itapissuma, Pernambuco, e fortaleceremos ainda mais  nossa presença e crescimento de distribuição e vendas na região nordeste.  Não podemos divulgar nossas metas de vendas e market share, mas adianto que são animadoras”, revela a Gerente de Propaganda do Grupo Petrópolis.

 

Fabrica Grupo Petrópolis

 

Mercado food service representa o maior faturamento

Apesar de não ter um canal especificamente para o mercado food service, já que o produto é vendido pronto para o consumo, não necessitando ser transformado, o mercado de bares, restaurantes e hotéis é foco de trabalho do GP, que desenvolve toda uma estratégia de materiais de apoio e estrutura necessários para os estabelecimentos venderem ainda mais os produtos. O investimento em publicidade massiva nos meios de comunicação e ações de patrocínio também reflete no consumo nesses pontos de venda.


“Em uma empresa de bebidas, o perfil de consumo fora de casa é vital e presente em toda cadeia produtiva. Basta tentar imaginar um bar, por exemplo, sem bebidas para consumo imediato e também todo aparato logístico e de estrutura fornecida como mesas, cadeiras, chopeiras, geladeiras. Ou seja, um enxoval completo que estimula a venda, divulga as marcas e fideliza. Especificamente para o Grupo Petrópolis, esse chamado Mercado Frio representa a maioria de nosso faturamento e é foco de nosso trabalho”, diz Eliana Cassandre.

 

 

 

Propaganda e marketing

 

O setor de bebidas exige presença constante na mídia e grandes investimentos em eventos e publicidade nos maiores canais de comunicação.  As campanhas são planejadas previamente a curto e médio prazo, um trabalho da diretoria em conjunto com as agências parceiras. “Pegando o TNT Energy Drink como exemplo, como ele tem em sua essência esse foco no esporte radical e de alto rendimento, na vida ativa e saudável, atrelamos nossos investimentos em ações que reforçam esses conceitos. Somos o energético oficial do UFC, da Scuderia Ferrari na Fórmula 1, sempre investimos em atletas de destaque”, justifica Eliana.


Outro exemplo é a própria cerveja. O Brasileiro ama festa, churrasco, futebol e cerveja. Dessa maneira, as divulgações da Crystal, Itaipava e outras marcas estão conectadas às ações que reforcem essa ligação. Por isso, a Itaipava investiu no patrocínio de dois estádios da Copa do Mundo de Futebol 2014: Itaipava Arena Fonte Nova, na Bahia, e a Arena Pernambuco. 

 

 

Marcas do GP

 

O portfólio do Grupo Petrópolis conta com as linhas de cervejas Itaipava, Crystal e Lokal; e as especiais Petra, Black Princess e Weltenburger, esta última sendo produzida exclusivamente pelo Grupo Petrópolis fora da Alemanha.


Em 2009, a empresa apostou em bebidas não alcóolicas, com a linha de energéticos TNT, bebida à base de taurina, cafeína e carboidratos. Essa linha inclui também as versões zero açúcar, Maçã Verde, concentrado e cápsula. Há também o isotônico Ironage, comercializado em quatro sabores e a água Petra, nas versões com e sem gás. 


Dentre suas marcas, o Grupo Petrópolis produz também as vodkas Blue Spirit Ice e a Nordka. 

 

Produtos Grupo Petrópolis

 

Deixe seu comentário