Food Service

Notícia

Franquias compactas viram tendência e chegam a custar R$ 250 mil a menos que o modelo tradicional

Diferença foi constatada nos valores máximos do modelo expresso da Patroni, que custa entre R$ 150 mil a R$ 200 mil, e do modelo premium, de R$ 450 mil

11/03/2015

No modelo fit, a franquia da Seletti cai de R$400 mil para R$180 mil

O desaquecimento da economia e a demanda por opções mais baratas de investimento motivaram um grupo de franquias a lançar modelos mais baratos chamados de compactos, express, econômicos ou fit que chegam a custar até R$ 250 mil a menos que o modelo tradicional da marca na comparação dos valores máximos.

 

Os modelos compactos foram projetados para cidades de menor porte ou ainda com uma estrutura menor para operar em locais como faculdades e estações de metrô. Algumas redes também investem em modelos móveis ou quiosques. A Patroni, por exemplo, começa a vender o modelo "expresso" que tem três opções: loja de rua com até 30 metros quadrados, quiosque e food truck. O investimento exigido será entre R$ 150 mil e R$ 200 mil. Já o modelo classic é vendido por R$ 400 mil e o premium chega a R$ 450 mil.

 

A estratégia da Patroni envolve dois pontos de acordo com o presidente da rede, Rubens Augusto Junior. "Uma das motivações é a própria crise. O desaquecimento da economia nos levou a criar um modelo mais barato de negócio. O segundo é uma forma de dar uma opção aos interessados que não têm recursos para investir em uma Patroni convencional", explica.

 

Os novos modelos foram pensados para instalações em locais de grande fluxo de pessoas, como estações de metrô, rodoviária, centros da cidade e faculdade. O cardápio também será diferente das unidades convencionais e terá pizza em fatia, cachorro-quente, sanduíches, salgadinhos, café e sorvete. Do total de 95 unidades previstas para 2015, pelo menos 50 devem se enquadrar no novo modelo.

 

Confira as franquias que trabalham com o modelo compacto:

 

Patroni

Modelo convencional: R$ 400 mil a R$ 450 mil

Modelo Expresso: R$ 150 mil a R$ 200 mil

Diferença dos valores máximos: R$ 250 mil

* cardápio inclui pizza em fatia, cachorro-quente, sanduíches, salgadinhos, café e sorvete. Modelo para estações de metrô, rodoviária, centros da cidade e faculdade.

 

Seletti

Modelo convencional: R$ 400 mil

Modelo fit: R$ 180 mil

Diferença dos valores máximos: R$ 220 mil

* vende saladas, wraps, sucos, sobremesas. Modelo deve ser instalado em academias, supermercados, universidades, hospitais e centros comerciais.

 

Lig-Lig

Modelo padrão: R$ 280 mil a R$ 350 mil

Modelo compacto: R$ a partir de R$ 197 mil

Diferença: R$ 153 mil

* modelo compacto foi formatado para cidades com 100 mil a 250 mil habitantes. Unidade tem 80 metros quadrados. Na loja padrão, a área mínima é de 120 metros quadrados.

 

Mr. Beer - franquia especializada em cervejas especiais

Investimento inicial: a partir de R$ 144 mil (quiosque). R$ 158 mil (quiosque de 12m2) a R$ 256 mil para uma loja de até 80 metros quadrados

Investimento inicial para microfranquia: R$ a partir de R$ 79 mil

 

Empada Brasil

Modelo convencional de loja: a partir de R$ 160 mil

Modelo quiosque: a partir de R$ 85 mil

Diferença dos valores: R$ 75 mil

* serve o mesmo cardápio

 

Creps

Rede trabalha com diversos formatos

Loja de shopping (30 a 50m2): R$ 220 mil a R$350 mil

Loja de rua (50 a 150m2): R$250 mil a R$ 450 mil

Quiosque (12 a 24m2): R$ 120 mil a R$180 mil

Delivery: R$ 20 mil a R$ 60 mil

Eventos: R$ 20 mil a R$ 60 mil

Food truck: R$ 120 mil a R$ 240 mil

Moto food: R$ 40 mil a 80 mil

 

Mixirica

Modelo tradicional: R$ 261.500

Modelo express: R$ 190 mil a R$ 230 mil

Diferença com o valor máximo: R$ 31,5 mil

 

Deixe seu comentário