Food Service

Notícia

Empresário se reinventa e faz sucesso após fechar rede com 50 franqueados

Ao invés de desistir, ele refletiu sobre suas falhas e recomeçou. Hoje faz sucesso com uma rede de pizza customizada

18/09/2017

No mundo dos negócios é preciso saber se reinventar. Foi o que fez um empresário que viu sua rede com 50 franqueados fechar. Ao invés de desistir, o empreendedor aprendeu com as suas falhas e recomeçou. Hoje, comanda uma nova franquia que faturou R$ 8 milhões ano passado.

 

Oito anos atrás, quando tinha só 24 anos, Rafael Soares criou uma rede de frozen iogurte, na época, o negócio da moda. A procura era tanta que ele botou em prática um plano ambicioso: “A gente começou a franquear a partir do quinto mês de operação, não tínhamos um histórico de consumo, não sabíamos a curva da tendência”.

 

No começo, deu certo: chegou a ter 50 franquias, abriu fábrica própria, mas logo percebeu que não estava sozinho no mercado. “A facilidade pra você operar um negócio de frozen iogurte era simples demais e aí aconteceu uma enxurrada de lojas e todo mundo achava que ia ser o novo campeão de vendas da sua região. O mercado saturou e o consumidor perdeu a percepção de valor”, conta Rafael.

 

Diante da diminuição drástica do faturamento, o empresário enxugou custos: fechou a fábrica e encerrou todos os contratos de forma amigável. Era a hora da virada: “Chegou um momento que todos percebemos que não conseguíamos mais mudar o comportamento das pessoas perante o consumo do produto e aí surgiu a reinvenção, a criação de um novo modelo de negócio que pudesse tornar perene um negócio de longo prazo”.

 

A sacada de mestre do Rafael foi usar as principais deficiências do primeiro negócio, para não errar no segundo. Para isso, investiu em um produto clássico, só que com uma cara nova: pizza customizada. O cliente monta a pizza como quiser. São mais de 30 ingredientes e custa a partir de R$ 11,90. Em um minuto e 40 segundos, a pizza sai prontinha para o cliente.

 

“Nós vimos que o mercado de pizza em praças de alimentação em atendimento rápido tinha um oceano azul a ser trilhado, e uma reinvenção do modelo pra ter um produto cada vez mais fresco e personalizado”, conta Rafael.

 

A novidade funcionou no mercado e hoje o empresário tem duas lojas próprias e já vendeu 11 unidades em menos de um ano da abertura do Franqueamento. O faturamento, que foi de R$ 4 milhões em 2015, passou para R$ 8 milhões no ano passado.

 

Segundo a consultora Mercia Machado, é possível se aprender com o insucesso, com a falha: “Quando a gente aprende com o insucesso, isso deixa uma marca na gente. Agora também faz com que a pessoa tenha um crescimento pessoal e profissional e isso tem que refletir no novo negócio”.

 

No azul novamente, depois de uma montanha-russa, Rafael mostrou ter características muito importantes para um empresário: resiliência, ou seja, saber enfrentar bem as adversidades e capacidade de adaptação. (Fonte: PEGN)

 

 

Deixe seu comentário