Food Service

Notícia

Conheça as melhores coxinhas de São Paulo

Top 10 feito pela revista eletrônica Viagem e Gastronomia, leva em consideração equilíbrio entre a massa e recheio de uma das guloseimas favoritas dos brasileiros

23/06/2016

Quase um sinônimo de iguaria brasileira, a coxinha hoje tem várias versões e recheios. Porém, a mais tradicional, de frango desfiado, ainda é o salgadinho mais amado e mais pedido em festas infantis, botecos e restaurantes renomados. A coxinha ideal é o resultado do equilíbrio entre a massa levinha, recheio saboroso, além de ser crocante e sequinha.

 

E para ajudar quem simplesmente ama coxinhas, mas tem dúvidas de onde ir comer, a revista Viagem & Gastronomia listou, numa tarefa deliciosamente difícil, os Top 10 lugares em São Paulo.

 

 

Uma sugestão é o Bar Veloso, na Vila Mariana. Para conseguir uma mesa, é preciso chegar cedo ou senão terá de encarar horas na porta para, então, degustar as coxinhas de frango com Catupiry, feitas na casa, super crocantes por fora e cremosas por dentro. Elas combinam com a caipirinha de jabuticaba ou de carambola com manjericão.

 

 

Outro endereço famoso pelas coxinhas é o Frangó, um bar tradicional na Freguesia do Ó, fora do eixo da badalação em São Paulo. Aberto há 28 anos, se mantém sempre lotado por conta da sua grande carta de cervejas – mais de 500 opções – e, claro, pelas premiadas coxinhas que ainda seguem a mesma receita de família: recheio de frango bem temperado, Catupiry, massa saborosa e casquinha crocante.

 

 

O Attimo, casa que faz parte do grupo do premiado restaurateur Marcelo Fernandes, é mais uma pedida. Famoso por suas massas frescas, suas mini coxinhas fazem tanto sucesso quanto os outros petiscos da casa. Já, no coração dos Jardins, fica o Bar Número, misto de bar e balada, com decoração elegante, que oferece em seu cardápio uma saborosa porção de coxinhas que chegam quentinhas e com molho doce apimentado.

 

 

Difícil achar um paulistano que não conheça a coxinha da Ofner. Doceira tradicional da cidade que marca presença em shoppings e outras lojas de São Paulo tem em seu cardápio três opções: a coxinha desfiada (apenas com frango bem temperado); a coxinha com Catupiry (com frango desfiado e Catupiry); e a mais famosa da casa, a coxinha creme (uma coxa de frango inteira, temperada e cozida e coberta com massa especial a base de manteiga).

 

 

Já o Praça Cheese, um típico boteco no bairro de Pinheiros é para quem não tem preconceito e topa entrar no clima. Então, é só puxar umas das cadeiras de plástico, das mesas dispostas na calçada e pedir as deliciosas coxinhas, que vêm super-recheadas com pedaços de frango. Para acompanhar, cerveja de garrafa que chega à mesa bem gelada.

 

 

O Razzmatazz é um bar na Vila Madalena que tem inspiração nos galpões industriais de Manchester. Em seu cardápio há a opção de uma coxinha crocante de frango com requeijão, temperada com jambu, uma erva paraense que faz tremer os lábios e que chega acompanhada de pimenta Cumari, do Pará.

 

 

Ainda na lista de coxinhas não tradicionais, outra aposta é o Fest Berlin, restaurante que serve os pratos que os alemães, especialmente os berlinenses, comem nas ruas, harmonizados com vários tipos de cervejas. E às sextas e sábados há a opção da “coxinha alemã”, recheada de joelho de porco e cream cheese. A guloseima é feita na casa e não segue um tamanho muito padrão.

 

 

No Largo da Batata, em Pinheiros, está o Z Carniceria, um bar decorado com cabeças de gado e neons, com uma ótima cozinha que abre também na hora do almoço. Entre as delícias do menu, está a coxinha de rabada ao molho de chimarrão, bem temperada e muito saborosa. Para acompanhar, Bloody Mary da casa, ou a soda italiana de cranberry, suco de limão, hortelã e xarope de açúcar com água com gás.

 

 

Tradicional bar do Itaim Bibi, o Zé Gordo tem ambiente simples e cerveja bem gelada, e um amplo cardápio que vai de frutos do mar (especialidade da casa) a sanduíches, e muitos petiscos. Lá a nossa coxinha chega em três versões:  a mineira, com recheio de frango e queijo mineiro,a de Catupiry e de camarão.

 

Deixe seu comentário