Food Service

Notícia

Conheça a história da Empada Brasil, empresa com 55 unidades e visando o mercado de franquias

Tradição com inovação: Mesmo mantendo o segredo de família de sua principal receita, a Empada Brasil acrescentou produtos diferenciados para variar seu mix e hoje, com 55 unidades, tem uma estrutura completa para quem quer investir no mercado de fran

28/03/2017

A Empada Brasil surgiu em 1999 a partir de uma especial e famosa receita familiar, em Petrópolis, no Rio de Janeiro.  De lá para cá, muita coisa mudou, menos o produto consagrado, que sempre foi a marca registrada da empresa. A receita, que continua secreta, possui ingredientes que só quem acompanha todo o processo produtivo sabe. A cada ano, são lançados novos sabores de recheio, bem como massas inovadoras, como é o caso das empadas integrais, diet e light. “É preciso inovar, mas mantendo sempre as características tradicionais, artesanais e caseiras no preparo das nossas saborosas empadas”, afirma Francisco Christóvão, um dos fundadores da rede.

Para que o produto mantivesse a mesma qualidade nas mais de 50 unidades espalhadas por todo o país, foi preciso criar centros de produção e distribuição, os chamados CPDs. É o que acontece em São Paulo. Lá são produzidas e distribuídas milhares de empadas todos os dias. A logística é toda feita pela franqueadora, restando ao franqueado apenas a programação de seus pedidos. Como são congeladas e transportadas adequadamente, as empadas têm durabilidade de até 180 dias no freezer da unidade. “Felizmente, isso nunca acontece. Como o produto é muito bom, o giro é rápido e a perda praticamente inexistente. O franqueado precisa ficar de olho é para não deixar faltar produto na loja”, afirma Márcio Rangel, máster franqueado do estado.

Carreira no franchising

Rangel sabe bem do que está falando. Em 2002, ele abandou uma carreira promissora numa grande instituição financeira para se tornar um franqueado Empada Brasil. “Fiquei encantado pela qualidade da empada e a simplicidade de operação da rede. Decidi apostar e nunca me arrependi”. Não mesmo. Tanto que, cinco anos mais tarde, ele se tornou máster franqueado, assumindo a operação estadual de São Paulo, que hoje possui 20 unidades no Estado. Ao lado do sócio, Antônio Mata, em 2010, inaugurou o primeiro CPD da marca fora do Rio de Janeiro, de onde distribui para todo o estado. 

O exemplo dos dois reforça a importância do franqueado no dia a dia do negócio. Historicamente, a participação do investidor à frente da empresa costuma fazer muita diferença. “O franqueado é o maior interessado em fazer a sua unidade dar certo. Ele precisa estar presente na operação, ouvindo os clientes, auxiliando os funcionários e reportando suas experiências à franqueadora. Esse acompanhamento é vital”, garante Rangel. Estar na ponta é tão importante que, mesmo hoje sendo máster franqueado, ele continua à frente de uma unidade própria. Mata também se desdobra para participar da rotina de suas quatro unidades. “O fato de sermos franqueados, vivendo o desafio diário de uma unidade, nos deixa mais preparados para atuarmos como máster”, garante.

Ampliação do mix

Essa vivência fez com que os dois trabalhassem pela ampliação do portfólio da marca, que no início só vendia empadas na linha de salgados.  “Percebemos que boa parte do faturamento da loja ocorria no período da tarde, que é a parte do dia em que as pessoas mais procuram por um salgadinho”, lembra Rangel. Como as lojas ficam abertas o dia todo, percebemos a necessidade de incluir mais produtos no mix das lojas. Foi então que a rede começou a incrementar o portfólio de produtos, incluindo novos salgados, como pastel de forno, quiche, pão de queijo, coxinha e croissant, além de bolos e tortas, doces e até saladas e sopas. “Com esse mix, recebemos clientes que querem tomar café da manhã ou apenas fazer um lanche rápido em qualquer horário. Passamos a oferecer mais opções para eles”, destaca.

Crescimento

Para 2017, a ideia é abrir 12 novas unidades só no estado paulista. “Oferecemos um negócio com baixo investimento, produto diferenciado, preço acessível ao consumidor e uma operação bem simplificada. Os franqueados que se dedicarem ao negócio podem ter muito sucesso e crescer junto com a rede. Foi assim comigo e tenho certeza que pode ser com qualquer pessoa que esteja afim de arregaçar as mangas e fazer o negócio dar certo”, finaliza Rangel.

A Empada Brasil, que em 2001 passou a ser uma rede de franquia, hoje possui 55 unidades e amplo portfólio de produtos entre bebidas, salgados e até refeições. A rede está disponível nos formatos de loja de rua, shopping e quiosque. Os investimentos variam entre R$ 90 a R$ 175 mil.

 

 

 

Deixe seu comentário