Food Service

Notícia

Cervejas artesanais: uma nova paixão nacional

Cervejarias brasileiras dominam o topo, sobrepondo as importadas, no ranking de qualidade

10/08/2015

A cerveja sempre foi a paixão nacional dos brasileiros, sendo a bebida mais consumida em todo o país. As grandes marcas industriais sempre dominaram esse mercado que parecia impenetrável.

 

Há poucos anos, as cervejas artesanais que podiam ser encontradas no país eram tão somente as belgas e alemãs. Esse cenário está completamente mudado, e o país de norte a sul vem crescendo na produção desse valioso item, usando muitas vezes como insumo nossa maior riqueza, as frutas tropicais.

 

Segundo o ranking dos melhores rótulos comercializados no Brasil, publicado em edição especial da revista de gastronomia Prazeres da Mesa, as cervejarias brasileiras dominam o topo, sobrepondo as importadas.

 

Mas o que são cervejas artesanais? São aquelas produzidas quase que de "forma caseira". Várias microcervejarias, mesmo utilizando equipamentos modernos e engarrafando suas produções, ainda assim são consideradas como cervejarias artesanais pelos cuidados que têm com sua produção. Tudo é rigorosamente estudado, desde os ingredientes básicos da cerveja, passando pela receita de preparo e chegando até aos conservantes finais, que devem ser naturais e não químicos.

 

Outras microcervejarias, ou cervejarias caseiras, são realmente o que podemos chamar de artesanais ao pé da letra. Utilizam equipamentos pequenos, que cabem em qualquer cozinha, normalmente não possuem engarrafadoras e guardam suas produções com garrafas de cerveja comum e rolhas.

 

Falar de cerveja artesanal é pensar nas cervejas mais bem cuidadas, com produções mais restritas (mas não necessariamente pequenas), o que leva a produtos com resultados finais muito interessantes e diversificados. As cervejas caseiras, aquelas feitas em casa com produções limitadas, normalmente de 20 a 40 litros por vez, também podem ser consideradas cervejas artesanais.

 

Feitas para combinar com o clima e estilo do país, nossas cervejas mais populares são de maneira geral bem leves. Mas, com essa nova oferta, o brasileiro vem desenvolvendo um gosto por tipos de cerveja diferentes, de sabores complexos, como as ales, porters, IPAs e stouts produzidas em microcervejarias espalhadas pelo país.

 

Com esse novo padrão de consumo, onde já se tem catalogado milhares de rótulos nacionais interessantes, vem surgindo também um sem-número de bares cujo produto "chamariz" é a cerveja.

 

São Paulo é o grande templo da cervejaria artesanal. Comunidades de simpatizantes desse líquido precioso costumam ir pela cidade em busca de novas experiências, promovem degustações às cegas com notas técnicas e depois discutem o consenso da turma. Como muitos desses bares não oferecem petiscos, juntam-se aí mais uma novidade que vem se expandindo pelo Brasil: os food trucks. Assim o bar que se encarrega da pesquisa para apresentar sempre as novidades artesanais pode também sempre oferecer uma nova comida a cada dia, pois os food trucks pela legislação não podem ficar parados unicamente em um só lugar.

 

Assim nossa gastronomia vai crescendo com mais e mais ofertas de comida e bebida boa preparada de forma artesanal.

 

Fonte: A Tarde

Deixe seu comentário