Food Service

Notícia

Brasileiros se rendem ao tomate sweet grape

Desenvolvido pela empresa de sementes Sakata, o fruto é produzido em estufa, por isso não sofre com mudanças climáticas e pode ser encontrados em todas as estações do ano

17/10/2014

Um dos principais alimentos da agricultura e da culinária mundial - o tomate - já é bem consumido pela população há muitos séculos. Sua inclusão no cardápio leva sabor à mesa e proporciona saúde a quem consome. Entre os mais de dez tipos de tomate com cores, tamanhos e propriedades diferentes, o mais novo é o sweet grape, conhecido como “tomate uva”, que leva esse nome por ter um formato parecido com o da fruta.

 

De acordo com a Sakata, empresa de sementes que desenvolveu o alimento em 2010, o sweet grape tem características bem específicas: grau de brix (indicador do teor de açúcar) mínimo de 7, peso médio de 12 gramas por fruto e ausência de rachaduras ou contaminantes químicos no produto.

 

A prova de que o tomate sweet grape tem encantado os brasileiros é o aumento da sua produção e venda. Em 2013, foram produzidos 2,3 mil toneladas do fruto, um aumento de 15% com relação ao ano anterior. Esse tipo de tomate já pode ser encontrado em mais de 500 estabelecimentos comerciais, entre redes de supermercados, sacolões e varejões. “Os tomates sweet grape são produzidos em estufa, por isso não sofrem com mudanças climáticas e podem ser encontrados em todas as estações do ano”, garante o coordenador de novos negócios da empresa, Márcio Jampani.

 

 

Deixe seu comentário