Food Service

Notícia

Brasileiro procura por alimentação saudável no almoço

Aumento pela procura de frutas, verduras e legumes, além do maior consumo de sucos naturais

24/05/2016

Uma pesquisa feita pelo Instituto Datafolha para a Associação das Empresas e Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert) apontou que o interesse do brasileiro por alimentação saudável no almoço aumentou. O levantamento feito em dezembro do ano passado e janeiro desse ano abrangeu 51 cidades (sendo 23 delas capitais). Foram feitas 4560 entrevistas em restaurantes, bares, lanchonetes e padarias com os proprietários dos respectivos estabelecimentos. 

Mais da metade dos consultados notaram um aumento pela procura de frutas, verduras e legumes, além do maior consumo de sucos naturais. O arroz e feijão também segue sendo o preferidinho do brasileiro, segundo 58% deles. Esse estudo, feito em comemoração aos 40 anos do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) do Ministério do Trabalho e Previdência Social, engajou 223,4 mil empresas, fora as prestadoras de serviços em alimentação coletiva e profissionais habilitados em nutrição. 

Além de preferências, foram analisados os gastos médios do brasileiro com alimentação por dia. O estudo aponta que o trabalhador que almoça fora de casa pagou, em média, R$30,48 por refeição no começo desse ano. É superior a quantia do ano passado (R$27,36) e corresponde a 76,2% da renda de um trabalhador que recebe um salário mínimo, por exemplo. A região Sul lidera os gastos gastronômicos alcançando o valor de R$31,74 por refeição. A região com o menor valor é o centro-oeste, que desembolsa R$26,73 para comer. 

 

Deixe seu comentário