Food Service

Notícia

Brasileira é eleita a melhor chef mulher da América Latina

Roberta Sudbrack, chef do restaurante carioca que leva seu nome, foi escolhida pelo júri do prêmio Veuve Clicquot

21/08/2015

O prêmio faz parte do The World’s 50 Best Restaurants, premiação da revista britânica Restaurant que todo ano elege os 50 melhores restaurantes do mundo e contou com a votação de mais de 250 personalidades da gastronomia e da indústria de alimentos. A chef receberá o prêmio na cerimônia oficial do 50 Best América Latina, no dia 23 de setembro, na Cidade do México.

 

Sudbrack foi a primeira mulher a assumir o posto de cozinheira-chefe do Palácio do Planalto, no governo de Fernando Henrique Cardoso. Antes dela, eram as Forças Armadas que preparavam as refeições do presidente da República e sua família. Em 2005 abriu seu restaurante e passou a apresentar uma cozinha brasileira com um pé no futuro e outro no passado, combinando memórias afetivas e ingredientes pouco usados na gastronomia, como chuchu e jaca, com técnicas contemporâneas.

 

 

No ano passado, a mexicana Elena Reygadas, do restaurante Rosetta, foi quem recebeu a o prêmio. Em 2013, outra brasileira ocupou o posto: Helena Rizzo, do Maní, que logo em seguida foi reconhecida também como a melhor chef mulher do mundo.

 

A necessidade de um prêmio exclusivo para chefs mulheres continua sendo um motivo de discussão no mundo gastronômico, recebendo críticas de chefs como Anthony Bourdain. Como as diferenças biológicas de gênero não alteram em nada o desempenho de um chef, a polêmica contesta a existência de um prêmio separado para as mulheres.
 

 

Fonte: Estadão 

Deixe seu comentário