Publicidade

Food Service

Notícia

5 lições de Barack Obama para empreendedores

Reed Hundt, ex-presidente da comunicação do governo americano durante o último mandato de Bill Clinton, foi um dos palestrantes que falara sobre suas ideias a empreendedores no Intel Global Summit

11/11/2014

Em sua apresentação na última semana, em Huntington Beach, na Califórnia, Reed Hundt decidiu mostrar quais as lições que os donos de empresas podem tirar do governo do atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

1. Veja os problemas como oportunidades

 

Quando Barack Obama assumiu a presidência depois de George Bush, encontrou uma situação econômica muito delicada. O sistema bancário estava em colapso e a crise viria de qualquer maneira. “Ele analisou tudo com muita clareza e tentou ver a situação como uma boa oportunidade para agir de um jeito que seu governo fizesse a diferença”, diz Hundt.

 

2) Siga a maré


“Você não discute com movimentos ou com tendências que estão ocorrendo. Você tem de entrar nelas”, diz o especialista. Em 2008, quando Obama se tornou presidente, além de um sistema bancário em colapso, ele encontrou uma crise fiscal inevitável. “Era como um terremoto no Pacífico que havia causado um tsunami que estava prestes a chegar.

 

E esse tsunami era o desemprego”. O que Hundt diz é que não existia uma maneira de evitar a crise. Assim, o presidente se propôs a fazer aquilo que podia fazer: encontrar uma maneira de colocar os bancos de volta aos trilhos e criar um plano no longo prazo para reverter o desemprego, que aumentaria de qualquer maneira. “Quando você aceita os problemas, você consegue entendê-los e se planejar para resolvê-los.”


3) A estratégia importa


Segundo Hundt, Obama adotou duas estratégias muito claras: manter o otimismo e se mover rapidamente no Congresso para aprovar as medidas que achava importante. Ficar positivo naquele momento era importante para mostrar à população que tudo estava sob controle. “Ele usou rapidamente a maioria democrata no Congresso para conseguir passar uma série de medidas que ajudaram a contornar alguns efeitos da crise.”


4) Faça uma coisa por vez

 

“Você faz uma coisa e termina e depois você faz a próxima. Você não faz quatro e não termina nenhuma”, afirma Hundt. Uma das primeiras coisas que o presidente americano fez ao assumir o cargo foi aprovar um plano para conter a crise. Depois, se dedicou a criar um plano universal de saúde para os Estados Unidos. Vários governos anteriores haviam tentado implementar essas duas mudanças no governo americano. “Mas Obama foi o único bem-sucedido porque ele fez uma coisa de cada vez. E terminou tudo o que começou.”

5) É necessário um inimigo?

 

Quando chegou à Casa Branca, Obama encontrou uma situação econômica alarmante. Mesmo assim, optou por não escolher culpados. “Ele não culpou a administração anterior, não culpou o mercado imobiliário, que foi responsável pela crise. Nada. Ele não ficou apontando dedos”, afirma Hundt. Ele acredita que essa é uma reflexão importante para os empreendedores que enfrentam problemas. “Você mostra que é bom porque consertou algo feito por outra pessoa? Ou porque derrotou o concorrente? Ou é melhor evitar esse conflito e simplesmente colocar em prática uma solução melhor?”. (Fonte: PEGN)

Deixe seu comentário