Food Service

Notícia

5 dicas para ter um bar de sucesso

Prestes a completar 20 anos de história, o tradicional bar Charles Edward recebe dez mil clientes por mês

10/12/2015

Atuar dentro da legalidade, criar vínculos com os clientes e escutar a sua equipe são as principais recomendações que Agenor Dias, ou Kyko, dono do bar Charles Edward, em São Paulo, dá para os empreendedores interessados em abrir bares ou restaurantes. O bar é uma exceção no mercado. Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SP), só três em cada dez estabelecimentos do tipo completam dois anos de funcionamento. Hoje, o estado de São Paulo possui mais de 350 mil bares e restaurantes e um em cada quatro bares fecha o mês com prejuízo. Antes de se tornar empreendedor de sucesso neste ramo, Kyko passou o início dos anos 1990 escutando sons completamente diferentes dos shows ao vivo e dos DJs aos que está acostumado hoje em dia.

 

Segundo ele, a paixão por bares nasceu nesta fase. “Eu gostava muito de tomar bons uísques, adorava sair para dançar e assistir a shows”, afirma. Primeiros passos Logo que chegou ao Brasil ficou sabendo que um conhecido estava abrindo o Charles Edward, um bar em São Paulo que estava à procura de um sócio – Kyko entrou de cabeça no negócio. O empreendedor passou os primeiros anos ajustando as áreas financeiras da casa. “A gestão era uma bagunça”, afirma.

 

Escute sua equipe

Um dos principais pontos de Kyko é que o empreendedor do setor de bares e restaurantes deve escutar sua equipe. “Eles estão todos os dias com os seus clientes. Sabem muito bem o que faz sucesso e o que deve ser melhorado. Tem que estar muito ligado com seus funcionários.”

 

Trabalhe dentro da legalidade

Na visão do empreendedor, outro ponto essencial para o sucesso do Charles Edward foi legalizar todos os processos do seu estabelecimento. “É uma economia burra. Depois toma um processo gigantesco e tem que pagar uma grana enorme. Simplesmente não vale a pena”, afirma.

 

Tenha persistência

Outro fator que Kyko julga necessário é ter persistência. Por muitas vezes o empreendedor esteve em desacordo com o seu sócio, mas mesmo assim persistiu. “Tem que acreditar nos seus sonhos e correr atrás disso. Se você acha que vai dar certo, tente fazer isso acontecer.”

 

Crie vínculos

“Meu sócio odiava quando eu distribuía de graça garrafas de uísque para os meus antigos amigos da bolsa. Mas eu sabia que aquela atitude criaria um vínculo com esse cliente, que normalmente gasta muito”, afirma Kyko. Essa e outras atitudes como dar chope de graça para quem espera na fila do bar fizeram o Charles se destacar em meio a outros bares e restaurantes, conta o empreendedor.

 

Inove

“Nós somos um bar velho de alma nova”, diz Kyko. Se no fim dos anos 1990 o empreendedor lutava por quintas-feiras diferentes no Charles Edward, hoje ele disponibiliza essa mesma opção para o seu filho inovar dentro de um dos nomes mais tradicionais de São Paulo. “São pequenas ações que vão gerando uma vida longa para o seu negócio”, diz. Além disso, o empreendedor afirma que para manter o sucesso, a renovação é um fator chave.

Deixe seu comentário